quarta-feira, 11 de março de 2015

Ensinai-o aos vossos filhos e aos filhos dos vossos filhos (Deuteronômio 4,1.5-9.)


Moisés falou ao povo, dizendo: «Agora, Israel, escuta os preceitos que vos dou a conhecer e põe-nos em prática, para que vivais e entreis na posse da terra que vos dá o Senhor, Deus dos vossos pais. 
Ensinei-vos estas leis e preceitos, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenara, a fim de os praticardes na terra de que ides tomar posse. 
Observai-os e ponde-os em prática, porque eles serão a vossa sabedoria e a vossa prudência aos olhos dos povos, que, ao ouvirem falar de todas estas leis, dirão: ‘Que povo tão sábio e prudente é esta grande nação!’. 
Qual é, na verdade, a grande nação que tem a divindade tão perto de si como está perto de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que O invocamos? 
E qual é a grande nação que tem mandamentos e decretos tão justos como esta lei que hoje vos apresento? 
Mas tende cuidado; prestai atenção para não esquecer tudo quanto viram os vossos olhos, nem o deixeis fugir do pensamento em nenhum dia da vossa vida. Ensinai-o aos vossos filhos e aos filhos dos vossos filhos». 



Livro de Salmos 147,12-13.15-16.19-20. 

Glorifica, Jerusalém, o Senhor, 
louva, Sião, o teu Deus. 
Ele reforçou as tuas portas 
e abençoou os teus filhos. 

Envia à terra a sua palavra, 
corre veloz a sua mensagem. 
Faz cair a neve como a lã, 
espalha a geada como cinza. 

Revelou a sua palavra a Jacob, 
suas leis e preceitos a Israel. 
Não fez assim com nenhum outro povo, 
a nenhum outro manifestou os seus juízos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário