sábado, 16 de maio de 2015

Fidelidade conjugal (Provérbios 5:15-23)



Beba das águas da sua cisterna,
das águas que brotam do seu próprio poço.
16 Por que deixar que as suas fontes
    transbordem pelas ruas,
e os seus ribeiros pelas praças?
17 Que elas sejam exclusivamente suas,
nunca repartidas com estranhos.
18 Seja bendita a sua fonte!
Alegre-se com a esposa da sua juventude.
19 Gazela amorosa, corça graciosa;
que os seios de sua esposa
    sempre o fartem de prazer,
e sempre o embriaguem os carinhos dela.
20 Por que, meu filho, ser desencaminhado
    pela mulher imoral?
Por que abraçar o seio de uma leviana?
21 Senhor vê os caminhos do homem
e examina todos os seus passos.
22 As maldades do ímpio o prendem;
ele se torna prisioneiro
    das cordas do seu pecado.
23 Certamente morrerá
    por falta de disciplina;
andará cambaleando
    por causa da sua insensatez.





Nenhum comentário:

Postar um comentário