segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A ovelha perdida, Evangelho segundo S. Mateus 18,1-5.10.12-14.




Livro de Deuteronómio 31,1-8. 

Naqueles dias, Moisés dirigiu estas palavras aos filhos de Israel: 
«Tenho hoje cento e vinte anos; já não posso ir e vir. Além disso, o Senhor disse-me: ‘Não passarás o Jordão’. 
É o Senhor, vosso Deus, que há de passá-lo à vossa frente, Ele é que destruirá as nações que tendes diante de vós e as conquistará. Josué irá à vossa frente, como disse o Senhor. 
O Senhor tratará essas nações como tratou os reis amorreus Sicon e Og e as suas terras que arrasou. 
O Senhor vo-las entregará nas vossas mãos e vós as tratareis em tudo segundo as ordens que vos dei. 
Sede fortes, sede valorosos, não receeis nem tremais diante deles. O Senhor, vosso Deus, irá convosco e não vos desamparará nem abandonará». 
Depois Moisés chamou Josué e disse-lhe na presença de todo o Israel: «Sê forte e valoroso, porque hás de entrar com este povo na terra que o Senhor jurou dar a seus pais; és tu que o introduzirás nessa herança. 
O Senhor avançará à tua frente e estará contigo; não te desamparará nem te abandonará. Não temas nem te assustes». 



Livro de Deuteronómio 32,3-4a.7.8.9.12. 

Vou invocar o nome do Senhor: dai glória ao nosso Deus. 
A obra de Deus é perfeita e retos são os seus caminhos. 
Lembra-te dos dias de outrora, considera os anais do passado,
 interroga o teu pai e ele te contará, os teus avós e eles te ensinarão. 
Quando o Altíssimo deu às nações a sua herança e 
espalhou os filhos dos homens pela terra, 
estabeleceu as fronteiras dos povos, segundo o número dos seus filhos. 
Mas a herança do Senhor foi o seu povo, Jacob foi a porção da sua herança. 
Só o Senhor o conduzia, nenhum poder estranho estava com Ele. 




Evangelho segundo S. Mateus 18,1-5.10.12-14. 

Naquela hora, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-Lhe: «Quem é o maior no reino dos Céus?». 
Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles 
e disse-lhes: «Em verdade vos digo: Se não vos converterdes e não vos tornardes como as crianças, não entrareis no reino dos Céus. 
Quem for humilde como esta criança, esse será o maior no reino dos Céus. 
E quem acolher em meu nome uma criança como esta, acolhe-Me a Mim. Vede bem. Não desprezeis um só destes pequeninos. 
Eu vos digo que os seus Anjos vêm constantemente o rosto de meu Pai que está nos Céus. 
Jesus disse ainda: «Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas e uma delas se tresmalhar, não deixará as noventa e nove nos montes para ir procurar a que anda tresmalhada? 
E se chegar a encontrá-la, em verdade vos digo que se alegra mais por causa dela do que pelas noventa e nove que não se tresmalharam. 
Assim também, não é da vontade de meu Pai que está nos Céus que se perca um só destes pequeninos». 

A ovelha perdida

Senhor Jesus Cristo, nosso Deus, não tenho um coração que empreenda partir à tua procura, nem arrependimento, nem ternura, nada daquilo que devolve aos filhos a sua herança. Mestre, não tenho lágrimas para Te implorar. Tenho o espírito obscurecido pelas coisas desta vida, sem forças para tender para Ti na sua dor. O meu coração permanece frio nas provas, sem que as lágrimas do amor por Ti consigam aquecê-lo. Mas Tu, Senhor Jesus Cristo, meu Deus, tesouro dos bens, dá-me um arrependimento total e um coração dorido, a fim de que parta à tua procura com toda a minha alma, pois sem Ti ficarei privado de todo o bem; ó bom Deus, dá-me a tua graça. Que o Pai, que, fora do tempo, na eternidade, Te gerou no seu seio, renove em mim as formas da tua imagem.

Eu abandonei-Te, não me abandones Tu. Saí de Ti; vem Tu à minha procura. Conduz-me às tuas pastagens; conta-me entre as ovelhas do teu rebanho eleito. Como a elas, alimenta-me com a erva verde dos teus mistérios divinos, cuja morada é um coração puro, esse coração que transporta em si o esplendor das tuas revelações, a consolação e a doçura daqueles que se esforçaram por Ti nos tormentos e nos ultrajes. Possamos ser dignos de tal esplendor, pela tua graça e o teu amor pelo homem, Tu, que és o nosso Salvador, Jesus Cristo, pelos séculos dos séculos. Amén.



Nenhum comentário:

Postar um comentário